EconomiaPolítica

Veja detalhes da nova CPMF do Paulo Guedes

A tão polêmica CPMF voltou a ser assunto no cenário político e econômico. O governo almeja implementar uma nova Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) para aumentar a arrecadação.

A nova reforma tributária do governo visa taxar saques e depósitos em dinheiro com uma alíquota inicial de 0,4%. Em pagamentos no débito e no crédito a alíquota inicial ficará em 0,2%, tanto para pagador quanto para recebedor.

A tendência destas alíquotas é que cresçam com o passar do tempo, uma vez que a CPMF será implementada com o intuito de substituir gradualmente a tributação sobre os salários. Tanto a tributação em folha como o IOF devem ser substituídos pelo novo tributo.

O Ministério da Economia entende que extinguir a tributação em folha gerará mais empregos no Brasil.

Tags

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button
Close