Política

Quem é Augusto Aras e por que a direita o odeia?

Os fatos:

Augusto Aras foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir Raquel Dodge na Procuradoria-Geral da República (PGR). O anuncio foi feito durante a inauguração do Observatório da Agropecuário Brasileira pelo próprio presidente.

Após o anúncio, Bolsonaro foi duramente criticado pelos seus eleitores, pois segundo eles, Aras é um polo inverso do Bolsonaro.

Quem é Augusto Aras?

Gustavo Aras é natural de Salvador, está com 60 anos de idade, é professor na Universidade de Brasília (UNB), doutor em direito constitucional pela PUC-SP (2005) e mestre em direito econômico pela UFBA (Universidade Federal de Bahia, 2000).

Logo após anunciar a indicação, Bolsonaro proferiu as seguintes palavras “Sinal de que a indicação nossa é boa. Uma das coisas conversadas com ele, já era a sua praxe, é na questão ambiental. O respeito ao produtor rural e também o casamento da preservação do meio ambiente com o produtor”.

Mas por que os apoiadores de Bolsonaro estão contra Augusto Aras?

Em 2016, ainda como subprocurador, numa entrevista à Câmara de Salvador, Aras disse que a “direita radical” se aproveitava de uma crescente “doutrina do medo” para fazer valer a opressão contra os mais pobres e a supressão de direitos e garantias sociais.

Segundo informações do Antagonista, Aras usou o slogan da campanha de Lula em 2002, sem citar o ex-presidente.

Num discurso em 2008 na Câmara, o subprocurador-geral defendeu enfaticamente os movimentos sociais, entre eles o MST. Aras protestou contra a criminalização dos movimentos sociais.

“O MST, como movimento importante da sociedade brasileira, passa a ser, neste momento, alvo da ação, provavelmente, de uns poucos que infelizmente estão na cúpula de um órgão ministerial gaúcho e que representam, sim, uma reação a esse movimento social que trouxe maior politização às comunidades operárias e trabalhadoras” disse Aras.

Tags

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button
Close